loading...
Sponser
0 9

Resoluções da Assembleia Geral em Defesa da Autonomia

A Assembleia Geral em Defesa da Autonomia aconteceu na tarde de ontem, 22, nos Jardins da Reitoria, e contou com a presença de 138 servidores docentes e 28 servidores técnicos-administrativos. Pautando a discussão sobre a autonomia da Universidade e o respeito às deliberações da comunidade universitária, teve como questão principal a nomeação autoritária do advogado Cândido Albuquerque como reitor da Universidade Federal do Ceará.

Como resolução, a Assembleia votou e aprovou a criação e manutenção do Comitê Permanente em Defesa da Autonomia Universitária, composto por servidores docentes, servidores técnicos-administrativos e estudantes. O Comitê elaborará agenda de atividades diárias em defesa da autonomia universitária até a próxima Assembleia Geral, marcada para a primeira semana de setembro.

Na Assembleia também foi retomado o debate sobre o projeto Future-se, que já havia sido rejeitado pela comunidade universitária e pelo CONSUNI, visto que o interventor nomeado afirmou em entrevistas durante a semana que a decisão da UFC de não aderir ao programa seria revista.

“Não é possível achar que nós continuaremos dando aula quando uma OS (Organização Social) interferir no meu plano de aula. Quando uma OS interferir num projeto de extensão que a gente faz. Porque é isso que está colocado”, afirmou a professora do Curso de Publicidade, Helena Martins, em sua fala sobre o Future-se e suas implicações para os professores.

Estudantes

Paralelamente, na Concha Acústica, os estudantes também realizavam Assembleia Geral pautando a autonomia, com a presença de cerca de 5 mil estudantes, dentre eles 1952 credenciados. A Assembleia Estudantil aprovou algumas ações conjuntas com a ADUFC.

Confira no card a programação já confirmada do Comitê:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *