loading...
Sponser

Fórum Estadual de Educação realiza etapas interregionais da Conferência Estadual Popular de Educação

0 3

Representantes de todos os segmentos da educação do estado do Ceará participam neste mês de fevereiro das etapas preparatórias interregionais da Conferência Estadual Popular de Educação – Coepe. Os eventos acontecem em Juazeiro do Norte, Crateús, Sobral, Quixadá e Fortaleza, entre os dias 06 a 20 de fevereiro.

O Fórum Estadual de Educação é o responsável pela aplicação das etapas interregionais e pela realização da Conferência Estadual de Educação – Coepe, que acontecerá em Fortaleza no próximo mês. A Coepe visa mobilizar a sociedade cearense para intensificar o monitoramento e avaliação do cumprimento do Plano Estadual de Educação (PEE) e do Plano Nacional de Educação (PNE). 

A etapa de Crateús foi realizada terça-feira (06), na Escola Estadual Regina Pacis, com a presença de aproximadamente 500 professores, educadores e estudantes, que debateram e aprovaram propostas a serem encaminhadas ao Coepe para a confecção de um documento que será destinado à Conferência Nacional Popular de Educação – Conape, que ocorrerá em abril, na cidade de Belo Horizonte – MG. Também foram eleitos os delegados que representarão a região de Crateús no Coepe.

Em Sobral a etapa interregional foi realizada na quinta-feira (08), na Escola de Ensino à Distância de Sobral, que também recebeu um grande número de profissionais da educação e estudantes, que praticamente lotaram o auditório principal da escola.

O secretário do Município de Sobral, Hebert Lima, o vice-presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – Undime, professor Elício Abreu, o presidente da Apeoc, professor Anízio Melo, o coordenador da Crede 6, professor Daniel Carlos da Costa, e o representante da CUT, Helder Nogueira, participaram da abertura dos trabalhos.    

Para o presidente da Adufc-Sindicato e coordenador adjunto do Fórum Estadual de Educação, professor Enio Pontes, que comandou as etapas de Crateús e Sobral, a realização das etapas interregionais, que servirão como preparação para a ampla participação do Ceará na Conferência Nacional Popular de Educação – Conape, é uma grande demonstração de resistência da educação cearense aos retrocessos impostos ao setor pelo atual governo de Michel Temer.

“Nós vamos apresentar propostas concretas e viáveis para buscar reconstruir as bases da educação no Brasil. Não podemos admitir que o governo federal entregue a educação à iniciativa privada. Ao contrário, é preciso valorizar e ampliar o investimento em todas as áreas da educação para avançarmos num projeto de desenvolvimento para o Brasil”, ponderou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *