loading...
Sponser

SEMANA DO/A PROFESSOR/A – Luta política e festas com apresentações musicais marcam celebração da categoria em Fortaleza e interior

(Fotos: Nah Jereissati e Larissa Vasconcelos)

Oito festas e diversas atividades, em Fortaleza e no interior, integraram a programação das comemorações da Semana da Professora e do Professor da ADUFC, neste mês de outubro. A categoria sai fortalecida e consciente da importância do movimento docente diante do momento histórico que atravessamos. Mais do que celebrar a docência, os eventos que vêm sendo realizados ao longo da última semana têm levado a categoria a fortalecer a luta coletiva do momento histórico vivido no Brasil. Tempos decisivos, em que a educação aparece entre os protagonistas da defesa irrestrita da democracia. Em Fortaleza, docentes das três universidades federais do Ceará participaram da festa na sede na última sexta-feira (14/10), com apresentações do Coral da ADUFC e das bandas Integrassamba, Tresillo e Academia.

“É preciso demarcar que estamos vivendo um momento de muita importância, de estarmos juntos defendendo a democracia. E isso se faz com festa também”, reforçou o Prof. Tiago Coutinho, diretor de Atividades Científicas e Culturais da ADUFC e um dos organizadores da Semana. Em nome da diretoria do sindicato, ele agradeceu a presença maciça dos filiados e filiadas ao longo da programação. “Entendemos que festejar, estar junto, nos reunir, nos encontrar fortalece nossos laços e nos ajuda também a seguir firmes nessa luta. E todas as nossas festas também caminharam nesse sentido: sempre em defesa da democracia”, destacou o docente da UFCA.

Nos quatro espetáculos da festa na capital, docentes de universidades federais do Ceará atuam como integrantes. É o caso do Tresillo, formado por duas professoras da UFC e outro da UERN. O repertório do grupo foi composto por canções de matriz africana, travando um diálogo com a cultura indígena. A Profª Maria Juliana Linhares (ICA/UFC), uma das integrantes, lembrou a importância da celebração aos professores e professoras num momento histórico. “É um momento político extremamente delicado e faz com que a gente tenha vontade de se agregar na luta dos docentes que somos”, explicou a docente. Tresillo foi a terceira atração a se apresentar. O samba da banda Academia foi o show que encerrou a noite.

Na sede da ADUFC no Cariri, a festa teve como atração principal o Grupo Quinteto, de Juazeiro do Norte, no dia 11/10. Também já ocorreram festas em Acarape (10/10) e Russas (13/10). Na próxima quarta-feira (19/10), será a vez de Sobral, Crateús e Quixadá. Ainda dentro das comemorações da Semana da Professora e do Professor, a ADUFC se integrou à programação da 6ª Ciranda da Criança Paulo Freire, promovida por algumas instituições e entidades junto com a UNILAB, em Acarape e Fortaleza.

Na celebração em Fortaleza da última sexta-feira, o presidente da ADUFC-Sindicato, Prof. Bruno Rocha, enfatizou o momento “extremamente complicado” que atravessamos, em pleno processo eleitoral. “Momento em que nós temos, enquanto professores e professoras, de ser ser instrumentos da verdade”, reforçou. Para o docente, é fundamental a luta docente contra o governo Bolsonaro e o bolsonarismo “que tentam destruir esse espaço, nosso lugar de trabalho, a universidade pública, e arrasar com os sindicatos”. Bruno destacou o empenho da categoria e da entidade representativa dos professores e das professoras na defesa do acesso da população à educação transformadora ensinada por Paulo Freire. “É por isso que nossa campanha de educação em defesa da democracia estampa o rosto desse educador, o maior educador do Brasil”, destacou.