loading...
Sponser

NOTA DE PESAR – Vítima de Covid-19, morre Prof. Gastão Barreto Espíndola, docente aposentado do Departamento de Zootecnia da UFC

Apenas oito anos depois de se graduar pela centenária Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Gastão Barreto Espíndola viu-se transformado em docente desta mesma instituição. Junto dela, passou 26 anos contribuindo para a formação de centenas de profissionais no estado. Nesta terça-feira (6/4), na véspera de completar 13 anos de sua despedida das salas de aula e dos bancos da UFC, Prof. Gastão também despediu-se da vida. Lamentavelmente, ele se soma aos/às mais de 333 mil brasileiros e brasileiras que perderam a vida devido à Covid-19.

Gastão Barreto Espíndola havia completado 70 anos no último dia 21 de março. Ele foi professor do Departamento de Zootecnia da UFC entre os anos de 1982 e 2008. Na instituição, ele coordenou o Programa de Pós-Graduação em Zootecnia e, no Departamento de Zootecnia, também esteve à frente do Laboratório de Nutrição Animal. O docente chegou a atuar ainda como membro do Conselho do Centro de Ciências Agrárias (CCA) e do Conselho Universitário (CEPE).

Antes de assumir o cargo na UFC, Prof. Gastão também havia sido professor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), entre os anos de 1975 e 1982. Lá, coordenou o Serviço de Patrimônio, os Assuntos Estudantis do Curso de Agronomia, o Museu Vivo Forrageiro do Departamento de Zootecnia e também foi membro do CEPE. Mestre e doutor em Zootecnia, o professor também concluiu um pós-doutorado na mesma área. Ele também presidia o Instituto Cearense de Nutrição Animal.

A partida do Prof. Gastão Barreto Espíndola é sentida por colegas e estudantes que conviveram com ele na UFC e também nas universidades pelas quais passou como professor convidado – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Este sindicato, ao qual o professor também era filiado, manifesta solidariedade e oferece um abraço de conforto a todos e todas do Departamento de Zootecnia da UFC, assim como à família e aos amigos e amigas do docente. A ADUFC, como tantas outras entidades, vive um luto diário e lamenta profundamente mais essa vida perdida para a pandemia e para a falta de políticas públicas eficazes no enfrentamento a ela.