loading...
Sponser

Debate honesto: o e-mail adufc.independente propaga mentiras e falsas polêmicas

Venham para nossa reunião do Conselho de Representantes amanhã, 24/11, às 16h, para um debate honesto, coletivo. Vamos fortalecer nossa entidade e os rumos da nossa organização sindical nacional!

Em respeito aos 167 nomes que nos chegaram subscrevendo uma mensagem sobre o plebiscito de retorno ao ANDES, em que solicitava a sua suspensão, decisão esta que a diretoria da ADUFC não podia tomar uma vez que a matéria era de decisão do Conselho de Representantes, a Diretoria da ADUFC convocou uma reunião do Conselho.

O respeito que temos aos filiados da entidade, diferentemente do autoritarismo que distinguiu as diretorias anteriores, está sendo utilizado de maneira desonesta como trampolim para mentiras e falsas polêmicas. Não sabemos quem escreve as mensagens da ADUFC “Independente”, mas temos dúvidas se os 167 filiados realmente subscrevem o festival de falsificações e grosserias que recebemos esta tarde em nossos e-mails.

Os filiados vêm reclamando que o e-mail em que receberam essas mensagens não são os institucionais, mas aqueles fornecidos à ADUFC, o que leva a crer que o cadastro de filiados da entidade esteja sendo usado por outras pessoas (que a ele um dia tiveram acesso) e para outras finalidades que não aquelas autorizadas pelos docentes.

É muito grave que os e-mails dos filiados da ADUFC estejam sendo usados sem autorização para propagar mentiras.

A primeira MENTIRA foi que seria ilegal a ADUFC tornar-se seção sindical do ANDES-SN. Foram desmentidos cabalmente pelo sindicato, suprimiram esta e reincidiram nas outras.

É MENTIRA que o plebiscito sobre o retorno ao ANDES tenha sido deslanchado em 10 de novembro. A realização dos debates sobre o retorno ao ANDES e do plebiscito foi decidida em Assembleia Geral de novembro de 2019. Houve uma interrupção com a pandemia e retomamos o encaminhamento por decisão do Conselho de Representantes de agosto de 2020 e de Assembleia Geral ocorrida em setembro de 2020. Tivemos 6 plenárias sobre o tema do retorno ao ANDES, de 28/09 a 21/10. A Diretoria da ADUFC participou de reuniões de vários colegiados para apresentar o tema e as discussões. Vídeos com depoimentos de docentes da base do ANDES-SN do Brasil inteiro foram enviados e encontram-se na página do sindicato. Feito tudo isso, no dia 30/10, o Conselho de Representantes aprovou o plebiscito para os dias 25 e 26 de novembro.

Todas essas decisões e espaços de debate público foram amplamente divulgados por e-mail e WhatsApp e na página da ADUFC. Basta que o filiado faça uma pesquisa em seu e-mail e encontrará a grande quantidade de chamadas e relatos enviados pela ADUFC sobre o tema do retorno ao ANDES, insistentemente, ao longo dos últimos meses. O argumento que o plebiscito não pode ocorrer durante o período de pandemia está sendo utilizado como pretexto para imobilismo de nosso sindicato.

Também é MENTIRA que a seção sindical tenha menos autonomia que o sindicato estadual. A seção sindical é tão autônoma, em termos das possibilidades de ação, quanto o sindicato local. E, por ser parte do sindicato nacional, parte constitutiva e não subordinada, tem mais, não menos, amplitude de ação. Nada se ganha alimentando o provincianismo sindical, o oligarquismo dos que se sentem donos da universidade, telefonando e constrangendo professores em nome de antigas ou novas hierarquias acadêmicas. Esse tipo de relação com o sindicato quase destruiu nossa entidade nos últimos dois biênios. É hora de colocar um limite nesse tipo de abuso, colegas! Em nome da confiança que depositaram em nós e que temos sabido honrar, pedimos que não recompensem a desonestidade política. Venham para nossa reunião do Conselho de Representantes amanhã, 24/11, às 16h, para fortalecer nossa entidade e os rumos da nossa organização sindical nacional.