loading...
Sponser

DIRETORIA DO ANDES-SN – Chapa 1, “Unidade para Lutar”, será empossada no dia 1º de dezembro durante Conad

A Chapa 1, Unidade para Lutar – em defesa da educação pública e das liberdades democráticas, que conquistou 7.086 votos na eleição para a Diretoria do ANDES-SN, será empossada durante o 10º Conad Extraordinário, no próximo dia 1º de dezembro. Não será publicado caderno de textos no encontro, que será online e terá como tema “Posse da Diretoria do ANDES-SN para o Biênio 2020-2022”. A plenária única de posse acontecerá das 16 às 18 horas.

Como a ADUFC-Sindicato não integra o ANDES-SN, não poderá enviar delegados para o 10º Conad Extraordinário, mas será representada no encontro pelo presidente da entidade, o Prof. Bruno Rocha, que participa como convidado.

A comissão eleitoral central (CEC) das eleições para a diretoria do ANDES-SN confirmou, em ofício circular do último dia 10/11, que não houve recursos contra o resultado do pleito, o que tornou a Chapa 1 oficialmente vencedora. A Chapa 2, Renova ANDES, recebeu 5.658 votos.

O resultado da contagem de votos foi divulgado no último sábado (7/11) e, posteriormente, foi aberto um período para o envio de recursos. Foram contabilizados, ainda, 48 votos em branco e 64 nulos de um total de 12.856 votantes. Na votação da ADUFC, a Chapa 1 também foi vencedora com 288 votos contra 37 para a Chapa 2. Em razão da pandemia de Covid-19, a eleição do ANDES-SN ocorreu de forma telepresencial de 3 a 6 de novembro.

A presidente da comissão eleitoral central (CEC), Profª. Raquel Dias, diz que o comparecimento dos/as docentes ao pleito, apesar dos desafios do novo formato, surpreendeu positivamente, sendo a segunda maior votação dos últimos 20 anos; fica atrás apenas da eleição de 2018, com quase 18 mil votantes. “O número de votantes superou as expectativas, primeiramente porque estávamos adotando um modelo totalmente novo, telepresencial, que exigia uma série de ajustes ao modelo que usávamos antes. Os professores e professoras entenderam que é importante participar do processo eleitoral e ter uma gestão oxigenada para começar o ano”, aponta.

Raquel Dias afirma que foram treinados quase dois mil mesários para a eleição, além da construção de um sistema de dados dos votantes e da instalação de 170 mesas eleitorais virtuais funcionando concomitantemente. Também houve o desenvolvimento de um suporte técnico para atender votantes e mesários.

Presidente eleita da Chapa 1, a Profª. Rivânia Moura, da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), também reforça a importância do envolvimento da base junto à eleição do ANDES-SN, mas ressalta que essa aproximação não deve se restringir ao período de eleições. “É um momento particular, importante do debate, importante pra fazer discussões, essa aproximação com o nosso sindicato nacional”, destaca.

Rivânia Moura lembrou que se inicia agora uma nova etapa, a de construir a próxima gestão, e convidou professores e professoras a participar desse processo. “Nós chamamos toda a categoria a construir o Sindicato Nacional e a construir a próxima gestão do nosso sindicato. Temos certeza de que os desafios são imensos. Isso nos dá o compromisso de assumir, junto com a nossa categoria profissional, o enfrentamento e a luta a que nos propomos”, ressaltou. Elá já adiantou que a Reforma Administrativa será uma das prioridades na pauta de enfrentamentos da atual gestão.

Também integram a diretoria eleita a Profª. Regina Ávila, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), como Secretária Geral; Amauri Fragoso, docente da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), como Tesoureiro; e Carlos Diego Rodrigues, da Universidade Federal do Ceará (UFC) com o cargo de 2° Tesoureiro da Regional Nordeste I (CE, PI e MA). A composição completa da chapa pode ser acessada AQUI.

Já a candidata a presidente da Chapa 2, Profª. Celi Taffarel, docente da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e integrante do Fórum Renova ANDES, diz esperar que a nova gestão eleita lidere um movimento nacional para enfrentar os sucessivos ataques comandados pelo Governo Federal contra o funcionalismo público e a educação.

“A nossa perspectiva é de que a direção nacional, que vai ser agora executada pelos componentes da Chapa 1, assuma a responsabilidade de dirigir o movimento em um momento crucial de ataques violentos de cortes orçamentos, de ingerência na designação de reitores privatistas e interventores nas universidades e institutos federais e, fundamentalmente, preparar a categoria para o enfrentamento dessa perversa Reforma Administrativa”, afirma.

A ADUFC-Sindicato é uma das 91 entidades que formaram comissão eleitoral para a eleição da diretoria do ANDES-SN, com três seções eleitorais para a votação telepresencial em sua sede. O Prof. Francisco Casimiro Filho, membro da Diretoria da ADUFC-Sindicato, foi o presidente da comissão local, que contou com quatro outros integrantes.