loading...
Sponser

Nota da ADUFC sobre Cerimônia de Colação de Grau 2019.2 em Fortaleza no dia 14.01.2020

Até as árvores dos Jardins da Reitoria sabem que o protesto realizado por professores e estudantes na cerimônia de colação de grau da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza, no dia 14 de janeiro de 2020, era contra a intervenção na Universidade e não contra a colação de grau. Mas foi esta a distorção dos fatos que o interventor Cândido Albuquerque apresentou em nota oficial que criminaliza e ameaça professores, estudantes e a ADUFC.

Foto: Nah Jereissarti/ADUFC Sindicato

O texto assinado pela Administração Superior afirma que o direito de manifestação é sagrado, mas ele inteiro é um instrumento de ameaça, com a finalidade indisfarçável de coibir manifestações e justificar repressão. Sem nenhum embasamento nos fatos, a nota criminaliza os manifestantes por uma infundada ameaça de suspensão da cerimônia e dos procedimentos legais da colação de grau. Essa ameaça não existiu e não existe.

Os formandos incorporaram-se ao protesto e até aplaudiram os manifestantes ao fim do ato. Facilmente, isto pode ser verificado nos inúmeros vídeos e fotos que circularam nas redes sociais e repercutiram inclusive na imprensa. Neles, os braços dos estudantes concludentes, vestidos em suas becas, marcam o ritmo da consigna “Fora Interventor”. A insistência em considerar os manifestantes poucos ou alheios à Universidade, mesmo que todos os registros provem o contrário, só demonstra o desconhecimento do interventor sobre a UFC, ou sua intenção de manipular os fatos.

A manifestação foi pacífica e durou alguns minutos. Se o interventor tivesse interrompido ou cancelado a colação de grau e atrasado a emissão de diplomas, teria sido por sua absoluta inaptidão para aceitar protestos e a própria democracia; e ele sim teria de ser responsabilizado civil, criminal e administrativamente pelo consequente prejuízo aos formandos.

De maneira esdrúxula, a nota procura ainda apresentar o interventor como um protetor dos ritos tradicionais da universidade, quando todos e todas sabemos que ele chegou a esse cargo ferindo o rito democrático e tradicional de escolha do reitor. Todo esse suposto desvelo pelos estudantes não o impediu de lhes negar, assim como aos professores e aos técnico-administrativos, a capacidade e o direito de decidir sobre o melhor projeto para a gestão da UFC.

A distorção dos fatos, além da tentativa do interventor de esconder o óbvio, que não possui o apreço e o respeito da comunidade universitária, tem a finalidade também de gerar um argumento falacioso para a perseguição institucional aos manifestantes. A Administração Superior comete em sua nota uma ilicitude ao usar a institucionalidade para ameaçar e coibir membros da comunidade universitária, a pretexto de ameaças infundadas.

Por fim, queremos reafirmar nosso inteiro compromisso com o evento memorável da colação de grau. Ouvimos de muitos estudantes acerca do incômodo de estar em cerimônia conduzida pelo interventor. A intervenção, sim, era uma sombra em momento tão especial. O protesto não diminui, ao contrário, recupera o brilho desse grande evento coletivo, ao mostrar que podemos, juntos e juntas, fazer viver a democracia. 

Fortaleza, 15 de janeiro de 2020
Diretoria da ADUFC-Sindicato
Gestão Resistir é Preciso (Biênio 2019-2021)

Como o ato repercutiu na imprensa:

(O POVO – 14.1.19)
Durante colação de grau, estudantes e sindicato de professores protestam contra reitor da UFC – Cândido assumiu como reitor em agosto de 2019; candidato foi o menos votado na lista tríplice:
https://www.opovo.com.br/noticias/fortaleza/2020/01/14/durante-colacao-de-grau–estudantes-protestam-contra-reitor-na-ufc.html

(Diário do Nordeste – 14.1.2020)
Estudantes fazem ato contra reitor da UFC durante cerimônia de colação de grau no Benfica – O professor Cândido Albuquerque foi o candidato menos votado em consulta pública para o cargo na universidade, mesmo assim, foi nomeado reitor pelo presidente Jair Bolsonaro.
https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/metro/online/estudantes-fazem-ato-contra-reitor-da-ufc-durante-cerimonia-de-colacao-de-grau-no-benfica-1.2198534?page=6

(Bom Dia Ceará – TV Verdes Mares – 15.1.2020)
Estudantes da UFC protestam contra reitor durante formatura:
https://globoplay.globo.com/v/8237996/