loading...
Sponser
0 4

PROIFES debate reforma da Previdência e Assuntos de Aposentadoria, na sede da Adufc-Sindicato Fortaleza

PROIFES debate reforma da Previdência e Assuntos de Aposentadoria, na sede da Adufc-Sindicato Fortaleza

O PROIFES-Federação iniciou ontem, 22, na sede da Adufc-Sindicato Fortaleza, o seu 4º Encontro Nacional de Assuntos de Aposentadoria. Professores de instituições federais de ensino debaterão assuntos jurídicos, carreira e estratégias para manter direitos conquistados pela categoria nos últimos anos, em um contexto de Reforma da Previdência, ataques à educação pública e ao serviço público em geral. O evento está ocorrendo na sede da ADUFC-Sindicato, na capital cearense.

Após uma apresentação do Coral de professores da Universidade Federal do Ceará, o presidente da Adufc-Sindicato e diretor de assuntos educacionais do magistério superior do PROIFES, Enio Pontes, abriu o Encontro saudando a presença dos professores e professoras dos sindicatos federados ao PROIFES, e destacando “a importância de debater esses temas diante de um quadro de retirada de direitos, tanto para os aposentados, mas também para os ativos que um dia terão que se aposentar”.

O 4º Encontro reúne dirigentes dos sindicatos federados, professores aposentados, e da ativa. A vice-presidente do PROIFES, Luciene Fernandes (APUB-Sindicato), destacou que essa reunião dos professores aposentados e ativos é uma troca de experiências que fortalece o movimento sindical docente. “Os professores aposentados mantém a mesma disposição de quando estavam na ativa para organizar a mobilização em defesa da categoria. E a gente que está começando no movimento sindical fica muito esperançoso. Esse encontro de aposentados é uma confraternização, um momento para estarmos juntos, mas também um momento para debater os desafios, as dificuldades”.

Para Gastão Clóvis (Sindufma), diretor de assuntos de aposentadoria do PROIFES, essas dificuldades são justamente o motivo principal para a Federação realizar o encontro. “Este é um momento em que todos os aposentados temos trabalho para garantir os direitos dos atuais aposentados, e dos futuros aposentados. Temos uma grande reforma da previdencia que se avizinha, e para resolvê-la será preciso uma baltalha grande. Precisamos criar estratégias para evitar a perda de direitos, e este é justamente um dos principais desafios da categoria”.

A vice-presidente da ADUFC, Helena Serra Azul, declarou que todos os sinais apontam para a retirada de direitos no próximo período, e por isso mesmo, os professores não podem desistir. “Este é um momento de resistência”, disse. Sobre a Previdência Social, Helena lembrou que a proposta do próximo governo é realizar uma reforma no Brasil semelhante a que houve no início da década de 1980 no Chile, onde passadas três décadas apenas metade dos trabalhadores possuem aposentadoria e em quase 90% dos casos, o valor é de cerca de meio salário mínimo. “O modelo que está se falando em adotar já não deu certo em vários países, já quebrou países. É como se estivéssemos descartando aqueles que não estão trabalhando. Não podemos deixar perder qualquer direito. Vamos ter muita discussão e vamos à luta e à resistência”.

A abertura se encerrou com a fala da diretora de assuntos de aposentadoria da ADUFC, Fátima Araripe, seguida de um coquetel. O evento que segue nesta sexta-feira, 23.

Confira abaixo a programação completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *