loading...
Sponser

NOTA DE REPÚDIO CONTRA MP 839 QUE RETIRA DINHEIRO DAS ÁREAS SOCIAIS PARA GARANTIR A REDUÇÃO DO PREÇO DO DIESEL

NOTA DE REPÚDIO CONTRA MP 839 QUE RETIRA DINHEIRO DAS ÁREAS SOCIAIS PARA GARANTIR A REDUÇÃO DO PREÇO DO DIESEL

A Diretoria da Adufc-Sindicato, entidade que representa os Docentes das Universidades Federais Públicas do Estado do Ceará, vem publicamente repudiar de forma veemente a publicação da Medida Provisória (MP) 839, que garante a redução dos preços do Óleo Diesel às custas de mais cortes das verbas das áreas sociais. 

Para bancar o subsídio do Diesel, o governo ilegítimo de Michel Temer ataca mais uma vez as áreas sociais e entrega a conta para a sociedade brasileira pagar. Não bastassem os cortes criminosos impostos pela EC95, a “Emenda do Fim do Mundo”, que retira recursos das áreas sociais por 20 anos, mais uma vez, a saúde e a educação sofrem um duro golpe deste (des) governo que não tem o menor compromisso com o nosso povo, mas está focado apenas em atender e agradar ao grande capital, em especial as empresas petrolíferas.

Esta MP 839 cancela parte dos gastos de quase 50 áreas e programas, num montante de R$ 3,3 Bilhões. Os recursos que foram desviados para sustentar o acordo que o (des) governo de Michel Temer fez com os caminhoneiros seriam destinados para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), além de reforçar áreas igualmente importantes como as políticas de educação no campo, saneamento básico, políticas públicas contra as drogas e políticas para a juventude e violência contra as mulheres.

Os cortes servirão para aumentar os lucros das petrolíferas, como a Shell, a ESSO e a BP, que dominam o mercado de Óleo Diesel no Brasil, sobretudo após a política criminosa da Petrobras de elevar artificialmente o preço do Diesel para valorizar ainda mais as ações dessas empresas no mercado internacional.

A Adufc-Sindicato conclama a todos os professores e professoras, ativos e aposentados, a engajarem-se na luta, juntamente com a nossa entidade, contra os desmandos deste (des) governo que não tem o mínimo compromisso com a sociedade brasileira.  
 

A DIRETORIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *