loading...
Sponser

Instituto do Cérebro da UFRN e o futuro da ciência no Brasil são discutidos em palestra na ADUFC-Sindicato

Instituto do Cérebro da UFRN e o futuro da ciência no Brasil são discutidos em palestra na ADUFC-Sindicato

Nesta última quinta-feira (23), a ADUFC-Sindicato em parceria com a Secretaria da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência no Ceará (SBPC), realizou a palestra ”Soberania x Desmonte Científico: a experiência do Instituto do Cérebro da UFRN”, ministrada pelo professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Sidarta Ribeiro. A mediação do evento foi feita pelo professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) Armenio Aguiar.

A iniciativa faz parte do Projeto “Ciência, Tecnologia e Cultura em Debate nas Universidades Federais do Ceará”, lançado em março de 2016 com o objetivo de instituir um espaço de debates interdisciplinares e fortalecer a relação da ADUFC-Sindicato com a comunidade acadêmica e a sociedade, tendo a SBPC como elo de ligação dessa ação.

O professor Sidarta Ribeiro falou sobre a experiência de implantação do Instituto do Cérebro da UFRN e como funciona até hoje. Ele destacou que o instituto é um lugar para ”fazer ciência sem nenhum tipo de amarra regional ou nacional, onde tem a participação de professores do Oiapoque ao Chuí”, e que, infelizmente, se não houvesse arrecadação através de recursos financeiros internacionais a instituição não conseguiria se manter.

O palestrante também fez uma avaliação de como está o investimento na área da ciência no país atualmente. Para o professor, a ciência não é apenas um detalhe e o dinheiro para área não pode faltar nunca, pois fazer ciência é caro, mas não fazê-la sai mais caro ainda. ”O que está acontecendo no Brasil é que o povo brasileiro não sabe o que está perdendo com o desmonte da ciência e tecnologia. É tanta coisa ruim acontecendo que não dá para perceber. Mas, e daqui há 20 anos? Vamos sentir as consequência mais na frente.”

O mediador do evento, prof. Armenio Aguiar, agradeceu a presença e a colaboração do cientista para discutir o tema aqui no Ceará. ”O professor Sidarta tem tido uma atuação extremamente importante na conjuntura brasileira atual estando à frente do Instituto do Cérebro. Temos muito a ganhar com seus conhecimentos”, destacou.

Currículo do professor Sidarta Ribeiro

Professor Titular de Neurociências e Diretor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília (1993), Mestre em Biofísica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994), Doutor em Comportamento Animal pela Universidade Rockefeller (2000) com Pós-Doutorado em Neurofisiologia pela Universidade Duke (2005). Tem experiência nas áreas de neuroetologia, neurobiologia molecular e neurofisiologia de sistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: Sono, sonho e memória; plasticidade neuronal; comunicação vocal; competência simbólica em animais não-humanos; psiquiatria computacional e neuroeducação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *